12/02/2017

A FALSA SUPERIORIDADE

{open: Lily} I yawn as I stretch out my arms. Work is exhausting.. I think as I take a sip of my coffee. I look out the window and when I turn back I see you sitting in front of me, "Hello!" I smile:


























- foto: Pinterest

Se tem uma coisa que é difícil na vida é ser pequeno. Digo, de status, condição social ou idade. Um exemplo básico: idade. Você, ao menos 1 vez na vida, já foi afligido por sua idade. "Ah, mas é novo demais", "Não tem experiência", "Não sabe de nada da vida". Infelizmente, isso é mais normal que você imagina. Nossa sociedade capitalista procura explorar esse conceito "superior" de todas as maneiras possíveis, e mesmo nós, migos de todos, ás vezes, nos deixamos levar por esse sentimento tão desnecessário e errado. 

Mas antes, vou explicar o que me fez pensar nisso. A escola. Um dos maiores exemplos de onde podemos encontrar esse sentimento. Observe por um minuto esse local onde você habita (ou habitou). Jovens desesperados por mercado de trabalho, humilhando os migos que não são tão bons quanto eles em determinadas matérias, repetindo a resposta que você disse baixinho pro professor com vergonha e levando todo o crédito, colando da sua prova e tirando mais nota que você... Mas nada disse me fez pensar na superioridade social quanto os anos. Podemos relaciona-lo com a primeira linha do textão, a idade. 

Todos nós sabemos que a escola é divida por anos, né. Tem a creche, o fundamental I e II, o médio e depois, a faculdade. Eu, por exemplo, estou no 3 ano do médio. O pior ano da escola inteira em todos os seus minúsculos detalhes (mas isso é assunto para outro textão). Enfim, estar no 3 ano é ser o maioral da escola. Até aí é subjetivamente entendível: um bando de jovens se exibindo por estarem finalmente saindo da escola e depois, ter que viver suas vidas loucas atrás de faculdades que não gostam mas fazem por dinheiro que vão puxar até sua alma de dignidade e tendo que se auto-sustentar em um sistema capitalista desigual. Sim, é motivo para se orgulhar. Mas não para desmerecer outras séries. 

O assunto dos meus colegas de série é como o 1 e 2 ano do médio são uns babacas que não sabem de nada, ao contrário, são infantis e burrinhos. Estou na 2 semana de aula (quando escrevo esse texto) e até agora eu estou de saco cheio de ouvir a mesma coisa todos os dias. Mais uma vez, o sentimento de superioridade sobre os pobres coitados que não sabem que o último ano do ensino médio é um saco e que logo vão ter que fazer o saco do ENEM e vão ter que estudar termoquímica (que é a PIOR matéria do mundo, química tu é show, mas fique bem longe de mim). E o mais louco é que o pessoal dessas séries acham que o 3 ano é show e que estamos nos divertindo muito.

Por isso, tu, que está no 3 ano, não desmereça os miguinhos porque, pode acreditar, eles estão melhores que nós. E outra, já passamos por tudo isso. Inclusive a superioridade. Ano passado foi um inferno ver como o 3 ano nos odiava e sentia desprezo, posso dizer que, por conta disso, deixamos de nos unir e fazer coisas belas. Outra coisa, é o fato de perdemos amizades incríveis por pensar que os mais novos são chatos e mal educados, sendo que podem muito bem serem mais legais que nós, mais velhos. Estudantes do mundo todo, uni-vos. 

Não sei se consegui refletir até agora o que eu queria, mas o fato é que: a superioridade é falsa. Porque podemos estar em um emprego chato para de-deu e dizer que é ótimo, só para sentirem inveja. Mais uma vez, nossa querida sociedade inventa uma falsa felicidade para se sentir superior. E pior, acaba perdendo coisas incríveis por se sentir no topo da cadeia alimentar. E você que está no 3 ano, tenha paciência com os mais novos e entenda que um dia você também foi assim. Ah, e um dia, quando for mais velho, respeite também os mais novos, porque são fases. E ninguém é melhor que ninguém. Nem pior. Todos andamos juntos, mas em posições diferentes, nessa loucura que é a vida. A vida é uma escola e nessa escola, nunca vamos nos formar, porque a morte nos leva antes disso.

Me encontre por aí:

2 comentários:

  1. MANA, tu conseguiu expressar tudo que eu sempre quis nesse texto ai. Passo por algo parecido na minha escola também. Ano passado, quando eu estava no primeiro, éramos constantemente humilhados pelo pessoal do 2 ano.
    Esse ano, eu vi alguns colegas querendo fazer o mesmo com o pessoal que vai entrar agora como 1, mas acho que isso é um ciclo vicioso, sabe? Acho que nossa parte é acordar todos os dias e pensar "O ciclo acaba aqui".

    Obrigada pelo texto!! Amo você!

    melninas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é tão maravilhosa!
      Te admiro sempre! <3

      Excluir